Recebi hoje a edição de janeiro / fevereiro de 2012 da LEGO Magazine. Nada muito empolgante para os AFOLs, mas não somos o alvo desse apoio.

No entanto, noto a presença de uma pequena mas simpática banda desenhada de 4 páginas sobre o tema Star Wars (da qual coloco uma foto acima) e na qual encontramos o X-Wing do conjunto Caça estelar 9493 X-Wing, o Tie Fighter do set 9492 Lutador de gravata bem como os minifigs Luke e Jek Porkins.

Isso me permite recuperar as notícias de Conjunto de tijolos sobre o lançamento de uma revista LEGO específica para meninas destacando a nova linha LEGO Friends.

Não tenho certeza do que pensar desta nova linha, mas a escolha estratégica da LEGO de dividir os meios de comunicação de acordo com o tipo de alvo não me parece sábia. Trazer meninas para o mundo do LEGO envolve integração na comunidade de crianças que são fãs de LEGO, não dividindo-as em um universo rosa povoado por sorvetes, cachorrinhos e bonitos cupês esportivos.

Você vai me dizer que a fronteira entre os dois universos é porosa e que as meninas poderão interagir com os meninos no universo City por exemplo. Mas eu não acredito, e a escolha de projetar minifigs completamente diferentes dos que conhecemos pode frustrar as meninas que mostram interesse em LEGOs clássicos.

O futuro dirá se a LEGO fez a escolha certa, mas como vimos em outros projetos em áreas como videogames, por exemplo, a LEGO está testando muitos conceitos e, no final das contas, manterá apenas aqueles que se provarem lucrativos ao longo do tempo.

A linha Friends esbarra com Petshops, PollyPockets, Zhu Zhu Pets e outras bonecas Barbie em um mercado que tem seus próprios códigos e tendências. O sucesso da faixa dependerá em grande parte do possível efeito de contágio nos pátios das escolas.

 

30/12/2011 - 23:59 Na minha opinião...

Aqui está o que já sabemos de concreto sobre a segunda vaga 2012 de conjuntos da gama LEGO Super Heroes que serão baseados na licença da Marvel e no filme Os Vingadores, no universo do Homem-Aranha (não o filme) e no X- Universo masculino (não os filmes) conforme indicado pela lista de minifigs oficialmente comunicada pela LEGO (veja este artigo).

Os conjuntos que serão lançados (a lista está confirmada) com minha estimativa do preço máximo de venda e os minifigs potencialmente entregues em cada conjunto (que é somente minha responsabilidade):

 4529 - Homem de Ferro (cerca de 14 €)
4530 – Hulk (cerca de 14 €)
4597 - Capitão América  (cerca de 14 €)

6865 - Ciclo de vingança do Capitão América ™ (cerca de 20 €) - Capitão América, Nick Fury (+ uma motocicleta)
6866 - Wolverine's ™ Chopper Showdown (cerca de 40 €) Wolverine, Deadpool, Magneto (+ uma moto)
6867 - Loki's ™ Cosmic Cube Escape (cerca de 40 €) Loki, Thor, Capitão América 
6868 - Quebra do Helicarrier Hulk's ™ (cerca de 80 €) - Hulk, Viúva Negra, Homem de Ferro, Capitão América
6869 - Batalha aérea de Quinjet (cerca de 100 €) - Thor, Hawkeye, Black Widow, Iron Man (+ o Quinjet)
6873 - Emboscada Doc Ock ™ do Homem-Aranha ™ (cerca de 55 €) - Homem-Aranha, Doutor Octopus

Alguns conjuntos já estão listados no Amazon.fr, mas sem qualquer indicação de preço ou prazo no momento. 

Em relação ao Quinjet e ao Helicarrier, eles estão parcialmente visíveis no pôster abaixo (montagem dos vários pôsteres do teaser do filme, clique para ampliar): O Quinjet acima da Viúva Negra e o Helicarrier entre Hawkeye e Nick Fury. Se você quiser saber um pouco mais sobre essas engrenagens, confira estes dois artigos:

6869 Quinjet Aerial Battle: Kesako?

6868 Fuga do Helicarrier de Hulk: Playset ou Vessel?

29/12/2011 - 16:13 Na minha opinião...

Esta é uma pergunta que fará mais do que um salto, mas que merece ser colocada.

Um set review é bom, permite ver mais de perto um modelo, minifigs, uma caixa ... mas cada vez mais, esses reviews são estragados, estragados por quem os oferece com fotos borradas, o tapete da sala ou a toalha de mesa quadriculada na cozinha. Além disso, os visuais de alta definição oferecidos pela LEGO, retocados ou não, circulam regularmente bem antes dos conjuntos serem realmente comercializados e são de qualidade muito melhor do que os oferecidos pelos fãs.

O que os fãs pensam? Pessoalmente, passo cada vez mais a saltar esta parte: estas críticas apressadas são na sua maioria decoradas com duas linhas de texto, que, quando não estão cheias de erros ortográficos, não têm outro interesse senão descrever o que se vê nas fotos. Eu não voltaria aqui para a classificação no limite da debilidade concedida a conjuntos por certos sites ou fóruns .... Essas classificações não têm interesse e por um bom motivo: não estão indexadas a nada, não correspondem a nada e são usadas apenas conclusão para resenhas que não têm como o nome.

De um lado, encontramos o Resenhas incríveis, aquelas onde tudo é brilhante, incrível, de primeira, grandioso, com notas para deixar um universitário verde de inveja e uma conclusão que recomenda comprar o conjunto em questão imediatamente sob pena de perder o resto da vida.
Por outro lado, encontramos o revisões patológicas, com dezenas de fotos da caixa, instruções, adesivos, a caixa, o estoque de peças bem alinhadas, a caixa e mais da caixa .... Tudo servido com uma sobredimensionamento do conteúdo, mesmo que signifique queda em obsessão. 

Não me entenda mal, não sou contra descobrir fotos de um cenário que estou ansioso, muito pelo contrário. Mas sou um menino crescido e faço minha própria opinião sem ter que passar pela costumeira logorréia de superlativos. E acima de tudo, quero guardar certas sensações para a minha própria descompactação com a descoberta do conteúdo, bolsas, peças ... O ritual irrisório mas essencial para qualquer AFOL que se preze.

Há cada vez mais análises de vídeo de excelente qualidade postadas no Youtube por apaixonados AFOLs ou em sites como O Show do Tijolo que fizeram desses mini-shows sua marca registrada. E não é pior. Têm o mérito de mostrar o conjunto e os minifigs de todos os ângulos em menos de 3 minutos, com um mínimo de comentários desnecessários (sempre se pode silenciar o som) e possivelmente detalhando as diversas características do modelo. Eu não pergunto mais.

Eu postei você recentemente no Resenhas de vídeos de Brick Heroes produzidas por Artifex. Eles são um bom exemplo de trabalho limpo e eficiente que dá a volta por cima em minutos. Difícil de fazer melhor, o nível técnico de realização é alto. Também passo algum tempo vasculhando o Youtube para assistir a alguns vídeos da cena jovem de língua francesa que apresenta sets na forma de clipes de alguns minutos. A produção é amadora, o comentário hesitante, os créditos irritantes, mas geralmente aprendemos mais do que uma revisão de 15 fotos e três linhas de conclusão.

Não espero por uma revisão para decidir se devo ou não me dar um determinado conjunto. Na pior das hipóteses, obtemos tantas imagens do novo material que minha ideia sobre o assunto é resolvida muito antes de alguém decidir postar algumas fotos.

 E você, qual a sua opinião sobre esse assunto? Não hesite em postar seus comentários ....

 

Você não me perguntou, mas ainda vou dar minha opinião sobre esses sets da segunda onda de 2012.

Em primeiro lugar, está claro que a LEGO está mais uma vez se aventurando nas voltas e reviravoltas doUniverso Estendido com dois conjuntos claramente identificados (por meio do logotipo do jogo na caixa) a partir do videogame A Guerra das Estrelas: A Velha República.

A LEGO já havia tentado em várias ocasiões uma incursão neste Universo Expandido em 2004 (10131), 2007 (7664), 2008 (76677668 & 7672), 2010 (8087) com conjuntos que não necessariamente ficarão na memória coletiva, mas que terão pelo menos o mérito de oferecer algo mais que remakes de remakes.

Nesta nova onda, dois conjuntos são inspirados no jogo: 9500 Interceptor da Classe Fúria et Caça Estelar Atacante da República 9497. Ambos reproduzem naves que aparecerão em SWTOR e desempenharão um papel importante nele, em particular permitindo que os jogadores, dependendo de sua facção, se movam pelo mundo do jogo.
Le Interceptador da Classe Fúria é muito promissor (Veja aqui), sua linha é atrevida, dinâmica e o primeiro visual disponível é um bom presságio para um futuro best-seller. Não vamos nos deter nos detalhes de acabamento ainda, mesmo que o navio já pareça muito bem desenhado, pois a esse respeito os conjuntos sem dúvida ainda irão evoluir significativamente. 

Le Caça Estelar Atacante da República ele está um pouco menos atraente nessas imagens. Ele reproduz corretamente o modelo do qual é inspirado (voir ici), mas seu design é imediatamente uma reminiscência dos antigos navios do início da gama Star Wars: Angular, com asas muito finas, repetidamente o mesmo dossel da cabine e uma fuselagem dianteira que terá que evoluir ainda mais para convencer Difícil de convencer um modelo desse tipo atulhado de tachas visíveis onde predomina o Vermelho Escuro, a escolha das cores associadas deve ser criteriosa sob pena de parecer um péssimo brinquedo chinês se não for esse o caso.

Figurinhas laterais, esses dois conjuntos serão entregues com personagens desconhecidos ou pouco conhecidos, o valor agregado deste lado é desprezível.

O e 9516 Palácio de Jabba está correto, mas não excepcional. Eu esperava mais deste remake do conjunto de 2003 (4480) Ele é salvo pelos minifigs entregues, que são todos interessantes, até mesmo novos para alguns. O palácio em si é o que a LEGO oferece quando se trata de replicar edifícios: um telhado, algumas paredes e duas ou três portas. Nada para se animar, este palácio não se parece de perto ou remotamente com o visto no filme e mal dá para acomodar a estatueta de Jabba, branca no visual porque ainda não finalizada. Ficaremos satisfeitos com este conjunto para os minifigs e as poucas peças legais que ele fornece para a MOCeurs.

Outro remake de um grande clássico da gama lançado em 2000 (7104), o e 9496 Esquife do Deserto  faz fronteira com o ridículo. Atribuo isso à natureza preliminar dos visuais enquanto espero por algo melhor. As proporções e cores lembram mais um protótipo e o Poço de Sarlacc é simplesmente ridículo com essas grandes peças roxas que não têm nada a ver ali, este conjunto não sendo uma Polícia Espacial ou um Power Miners ... Este conjunto está sem dúvida ainda em um estágio ultrapreliminar. Minifigs laterais, clássicos com finalmente um muito aguardado Guarda Skiff Weequay. Espere e veja ...

O e 9499 Submarino Gungan provavelmente ainda é uma versão muito preliminar. As curvas são estranhamente administradas e o acabamento deixa a desejar no momento com problemas de alinhamento e espaço entre as declives do painel frontal que tem uma renderização desastrosa. Tendo em vista a superfície a ser coberta, os adesivos estarão lá. Os cockpits também são muito estranhos ...
O e 7161 lançado em 1999 finalmente envelheceu bastante bem e em vista desse visual, perguntamo-nos se teria que ser refeito ... Quanto às cores, também aí teremos que esperar a versão final para ter certeza de que teremos direito. para uma mistura coerente ... Os minifigs parecem interessantes, com Jar Jar Binks, Obi-Wan Kenobi, Qui-Gon Jinn e Padme Amidala.

Teremos direito a outro Starfighter com o conjunto 9498 Saesee Tiin's Starfighter.
Este modelo é baseado no Interceptor leve classe Aethersprite Delta-7B usado por este Mestre Jedi durante as Guerras Clônicas. 
Nada extravagante neste conjunto, dois Jedis interessantes (Saesee Tiin e Even Piell), uma nave e um andróide Astromech. E talvez um novo velame para o cockpit.

O e 9515 Malevolência é sem dúvida o obra-prima desta onda de conjuntos. A nave já é visualmente muito elaborada, as cores são bem escolhidas e coordenadas, e algumas partes parecem interessantes, principalmente no que diz respeito aos canhões de íons. Os minifigs são clássicos e já vistos, exceto um novo design realmente convincente (Ahsoka?), Impossível detectar no visual preliminar. Teremos certamente direito a um mini espaço interior de pilotagem com tampa amovível, e uma pega de transporte integrada como é o caso dos conjuntos desta dimensão para garantir um mínimo de jogabilidade, não sendo este conjunto um UCS pretendido na exposição.

LEGO teve que nos dar uma boa piada nesta segunda onda de 2012, e esse será o conjunto Calendário do Advento de Guerra nas Estrelas 9509 2012 que nos promete micro-vasos de espadas, alguns minifigs e até um Santa Darth Maul se quisermos acreditar no visual da caixa. Não vamos amuar o nosso prazer, este Darth Maul todo vestido de vermelho será sem dúvida épico e ultra colecionador ...

Por fim, como está e ao contrário da primeira onda prevista para janeiro de 2012, esta série de conjuntos só atrai pelos novos minifigs que oferece. Aqueles que gritaram em todos os fóruns e sonharam com um UCS no Palácio de Jabba estão obviamente às suas custas ... É pouco conhecimento de LEGO acreditar que tal conjunto poderia sair um dia ...

Gostaria de mencionar novamente que esses visuais são imagens preliminares do catálogo de revenda de 2012, e que não se deve tirar conclusões muito rapidamente sobre a qualidade desses conjuntos.

 

Você provavelmente se lembra de uma pesquisa da LEGO solicitando que você indique quais comunidades ou sites você frequenta regularmente.

A LEGO parece ter passado por essa pesquisa e a conclusão é a seguinte: A LEGO está lançando o Rebrick, uma rede social para AFOLs que vai permitir, eu cito: para compartilhar e discutir suas criações.

Nenhum conteúdo pode ser carregado para este site, ele deve ser importado na forma de um link marcado de sua plataforma original como flickr, Youtube, MOCpages, etc ...

A LEGO afirma que projetou este site, mas também acrescenta que não é parte integrante da rede LEGO.com. O fabricante se compromete a não transmitir qualquer publicidade de seus produtos na Rebrick.

Este projeto, segundo o fabricante, é fruto de uma colaboração entre a LEGO e a comunidade. Nenhum uso comercial deste espaço será feito, mesmo que a LEGO mantenha a propriedade do conceito.

Em resumo, é disso que estamos lidando.

Duas possibilidades:

1. A LEGO ouviu o apelo dos AFOLs que têm pedido regularmente para beneficiar de um espaço de intercâmbio deste tipo, reunindo todas as criações publicadas pelos seus criadores em vários sites. (Eu não estou dizendo isso, está escrito em uma postagem no blog de Rebrick) Eu cito :

... A Equipe da Comunidade no grupo LEGO foi, em várias ocasiões (em eventos), informada por AFOLs, que seria ótimo ter um site com todo o ótimo conteúdo LEGO disponível. Este site já é uma realidade! ...

A intenção é louvável, o projeto ambicioso. À primeira vista, não há razão para duvidar da boa fé da LEGO, mas este espaço será, sem dúvida, rapidamente desviado como um meio para MOCeurs, blogs, fóruns ou sites de comunidades melhorarem sua visibilidade. Este já é o caso.

2. A LEGO espera reunir em um só lugar toda a comunidade ativa na Internet para controlar melhor sua comunicação, ter um pool de ideias, um retorno permanente sobre os produtos comercializados e controlar overflows ou vazamentos etc. ... Tudo centralizado em um Lugar, colocar.

Mesmo que o conceito pareça interessante para alguns, há poucas chances de que a LEGO consiga reunir toda a comunidade de forma estável e duradoura neste espaço. Cada fórum, site, blog, lutará para reter seus leitores e outros membros. Eurobricks, FBTB, Toys N Bricks ou Brickset por exemplo, têm comunidades enormes e muito leais que, além disso, trazem grandes somas de dinheiro através dos vários contratos de afiliação a quem administra estes espaços.

Em relação às fotos de MOCs, Brickshelf, flickr e MOCpages são as mais utilizadas atualmente. Se Brickshelf é um espaço sem possibilidade de troca, flickr e MOCpages são animados por comunidades reais agrupadas em torno de temas muito específicos.

Cada MOCeur que tiver muitos comentários sobre suas criações nessas plataformas não mudará seu ponto de contato. Ele perderia então todos os benefícios em termos de notoriedade e visibilidade adquiridos ao longo dos anos. Na verdade, todos os MOCeurs não são tão conhecidos como Marshal Banana ou ACPin. Um pouco narcisista, mas muito real.

A LEGO talvez queira mais simplesmente contornar as tentativas atuais e futuras de criar tal rede social por terceiros. Já existe uma experiência com BrickLi.me começado pelos caras do The Brick Show. Essa rede social é usada principalmente por fãs adolescentes de LEGO e não desperta paixões. Sem dúvida pela interface pouco ergonômica e pelo baixo número de membros.
Sem falar nas inúmeras páginas existentes no Facebook e Google+ sobre o tema LEGO, que também reúne uma grande e muito ativa comunidade.

Enquanto espera para saber um pouco mais, você pode tentar se cadastrar no Rebrick através desta páginae imediatamente comece a navegar pelas seções propostas. Muitos usuários já estão cadastrados e o conteúdo é substancial. Depois de validar sua conta, você poderá postar fotos de MOCs, comentar sobre as de outras pessoas, gerenciar seus favoritos, etc ...